1ª estação de tratamento de esgoto com energia solar do Brasil é inaugurada em Mogi Mirim

1ª estação de tratamento de esgoto com energia solar do Brasil é inaugurada em Mogi Mirim

De acordo com a Sabesp, sistema de energia fotovoltaica utiliza 1.073 placas instaladas em telhados da usina e no estacionamento de prédio da concessionária.

A primeira estação de esgoto com uso de energia solar do Brasil foi inaugurada nesta quinta-feira (25), em Mogi Mirim (SP). De acordo com a Sabesp, o sistema de energia fotovoltaica – que utiliza a radiação direta do sol para gerar energia elétrica – utiliza 1.073 placas instaladas em telhados da usina e no estacionamento do prédio da concessionária Serviços de Saneamento de Mogi Mirim (Sesamm) para reter os raios de sol.

O projeto foi viabilizado pela concessionária. Em janeiro, o G1 informou que o prazo para entrar em funcionamento seria em fevereiro. De acordo com o presidente da empresa, Carlos Roberto Ferreira, os estudos para implantação do sistema fotovoltaico são "feitos há anos".

A ideia é que 30% da energia da usina seja gerada por essa tecnologia, o que equivale ao abastecimento de energia elétrica para 370 casas por ano.

"A usina vai produzir 600 megawatts por ano. As duas energias vão conviver ao mesmo tempo. Claro que a prioridade vai ser sempre a energia solar. A gente vai usar esse percentual e o restante vem da rede mesmo", explicou a superintendente de pesquisa e novos negócios da Sabesp, Cristina Zuffo.
Segundo ela, os benefícios da energia solar são os impactos para o meio ambiente, principalmente em situação de crise hídrica. "Em caso de estiagem a gente tem que ligar as termoelétricas que são a carvão e são muito custosas. Então nós vamos contribuir para a matriz enérgica tirando esse tipo de energia. Esperamos replicar isso para outras estações de tratamento", disse.

Como funciona a geração de energia solar?
A energia solar é considerada uma das mais sustentáveis e limpas por não possuir partes móveis, não produzir poluição sonora através de ruídos, baixa manutenção e instalação rápida e simples, além de não emitir gases de nenhum tipo durante a operação.

De forma simplificada, um sistema de produção de energia elétrica através de placas solares funciona captando a radiação solar – por isso a importância da instalação das placas em locais abertos, sem interferência de sombras – e transformando essa radiação em energia elétrica.



Produção de energia elétrica através de placas fotovoltaicas começou nesta quarta — Foto: Divulgação/Sabesp