Empresa catarinense é referência no mercado de energia solar

Empresa catarinense é referência no mercado de energia solar

Mercado de energia brasileiro

A energia elétrica brasileira provém essencialmente de hidrelétricas e, apesar dos recursos hídricos brasileiros serem volumosos, o custo para essa produção está atrelado ao nível pluviométrico.
Com períodos de escassez de chuva cada vez mais frequentes, o reflexo é sentido diretamente no bolso do consumidor, que paga, atualmente, a quinta conta mais cara do mundo. Essa realidade somada à necessidade global de redução de emissão de poluentes para a atmosfera tem produzido um efeito de conscientização sobre a geração renovável de energia.
Nesse contexto e levando em consideração o clima brasileiro, a produção fotovoltaica recebe vantagem, cenário que se repete no Estado, de acordo com Fischer.

— Em Santa Catarina, pela cultura arrojada de seus empresários e da necessidade de redução de gastos das famílias, aliada a necessidade de fontes limpas e renováveis de energia, fizeram o Estado crescer 111% em 2018 em quantidade de instalações. Isso se deve a entrada de novas empresas especialistas como a Topsun que com atuação dedicada a este nicho de mercado tornaram investimentos nesta fonte de energia economicamente viáveis e tecnologicamente confiáveis — pontua.
Apesar da ampliação das linhas de financiamento, que visam facilitar a aquisição desse tipo de equipamento, os desafios para o crescimento do mercado de energia solar ainda existem. Mesmo com potencial solar de destaque, o Brasil ainda está muito distante de figurar entre os maiores produtores de energia fotovoltaica mundialmente. Para o empresário, é essencial que a legislação também atue para incentivar quem busca por fontes limpas e renováveis de geração.

— Este é um dos Estados com maior número de instalações de geradores de energia fotovoltaicos, mesmo sendo o único onde se cobra ICMS sobre a energia injetada. A isenção do ICMS, assunto em pauta na Assembleia Legislativa, irá desonerar o custo da conta em até 25%, dependendo do regime fiscal e do perfil de consumo do consumidor — analisa o especialista.

ENERGIA PARA TODAS AS NECESSIDADES

A produção de energia solar é capaz de atender a diferentes demandas com projetos que vão desde o residencial até a construção de grandes usinas. Com retorno sobre o investimento garantido, a qualidade dos equipamentos utilizados é essencial para assegurar os baixos custos de manutenção e a vida útil de pelo menos 25 anos do sistema.
A parceria estabelecida pela Topsun com a WEG tem sido um grande diferencial para a empresa na conquista de mercado nesses últimos dois anos, entregando ao consumidor a certeza de segurança e qualidade.

— A Topsun, como a maior empresa comercializadora e instaladora autorizada WEG em Santa Catarina, tem acesso aos melhores equipamentos disponíveis no mercado mundial de tecnologia de ponta. Além disso, temos um time de engenharia e instalação treinado pela própria WEG, com habilitação nas normas técnicas brasileiras. Isso dá ao cliente a certeza de performance do sistema e garantia do equipamento, com a condição mais competitiva do mercado — conta Fischer.

FUTURO CRESCIMENTO

A energia solar é a que mais cresce em todo o mundo. Seguindo uma necessidade ambiental e a urgência pela ampliação do potencial de produção, a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) estima que ocorra neste ano um incremento de 44%, totalizando 3,3 gigawatts (GW), na capacidade instalada.
Esse cenário otimista é também percebido pela Topsun, que mesmo jovem já é referência no mercado catarinense e planeja ampliar a atuação nos próximos anos, explica Fischer.

— Nossa perspectiva é de crescimento acentuado no mercado de energia fotovoltaica na próxima década, pois mesmo com o baixo crescimento econômico já existe escassez de energia elétrica no mercado. Com a possível recuperação econômica, o quadro de falta de energia deverá se agravar, com impacto nas tarifas e consequente necessidade de investimento em geração.