Facebook quer funcionar apenas com energia renovável até 2020

Facebook quer funcionar apenas com energia renovável até 2020

O Facebook firmou nesta terça-feira (28) o compromisso de funcionar apenas com energia renovável até o final de 2020. O anúncio foi feito por meio de comunicado oficial da empresa e também acompanha a iniciativa de reduzir em pelo menos 75% as emissões de gases de efeito estufa no mesmo período.

No texto, a companhia afirma já ter batido o recorde anual de aquisição de eletricidade limpa e oriunda de fazendas solares e eólicas, principalmente. No caminho para seu objetivo, a empresa afirma que vai se tornar a maior compradora corporativa de energia gerada a partir de fontes renováveis, com mais de três gigawatts adquiridos anualmente e previsão de aumento neste total.

Em seu comunicado, o Facebook afirma ter uma preocupação com comunidades locais. A ideia é não apenas ser o maior, mas também comprar dos pequenos, gerando emprego, renda e desenvolvimento em cidades interioranas ou até mesmo criando projetos baseados em energia solar e eólica em regiões que ainda não têm acesso a esse tipo de fornecimento limpo de energia.
O foco dos esforços da rede social está no funcionamento de seus data centers, que, todos sabemos, são o coração da operação global do Facebook. O incentivo a esse tipo de transição foi tamanho que a empresa atingiu suas próprias metas antes do previsto — a ideia, por exemplo, era chegar a 50% da operação com energia limpa até o final deste ano, mas esse índice foi atingido em meados de 2017.

A companhia evitou falar se o mesmo vai acontecer agora, já que chegar a 100% do funcionamento utilizando energia limpa não é tarefa das mais fáceis. É uma, entretanto, que o Facebook parece disposta a encarar, reforçando seu compromisso com o Acordo de Paris mesmo que seu país sede, os Estados Unidos, tenham se recusado a fazer parte da aliança.

Fonte: Facebook ; Canaltech